Acabou a Copa, começou a dieta

jul 14

Acabou a Copa, começou a dieta

A Copa foi embora, mas ela deixou o mínimo de vergonha na minha cara: tá mais do que na hora de voltar a ter uma alimentação de gente grande, que não é baseada em fritura e cerveja todos os dias.

A verdade mesmo é que a Copa foi só [mais] uma desculpa. De fevereiro até aqui, engordei 10kg. Isso mesmo: mais de 1kg por mês.

 

Ano passado, sofri pra caramba, mas perdi 7kg em 5 meses. E daí agora, não só pego esses quilos todos de volta, como acrescento mais três para arredondar. Pra cima, é claro. E ficar redondinho, assim como eu. Mas a verdade é que só consegui focar na perda de peso porque minha saúde estava comprometida: eu estava toda errada, aos 27 anos. Seria patético, se não fosse preocupante. Eu me tratei, melhorei e…. engordei!

As calças estão apertadas ou não estão mais servindo. Meu braço parece uma paçoca, daquelas de rolhas, sabe? Coxas, bunda, culotes… Um festival de celulite que não acaba mais! E a barriga… bom, nem tive coragem de medir a circunferência abdominal porque sou dessas que tem medo, mas não tem vergonha [na cara].

gorda3E o sedentarismo, então? Eu não faço uma atividade física desde… o começo de fevereiro. Coincidência? Sabemos que não, né caro leitor. Eu nadava. Aliás, adorava nadar, mas a logística da natação começou a me cansar: sair da piscina correndo, tomar banho, lavar cabeça, cuidar do corpo, se arrumar e voar pro trabalho. Tronou-se mais exaustivo do que prazeroso. Daí, comecei a caminhar todos os dias na esteira. Adoro, sempre assistindo um episódio de Glee!

E foi então que começam as séries infinitas de desculpas: excesso de trabalho que me faz acordar mais cedo e dormir mais tarde, vida social (que é sempre na mesa do restaurante, do bar ou da casa de amigos), cansaço, férias, Copa… Bom, o resultado disso foram 10kg a mais, roupas que não servem e vergonha do meu próprio corpo.

Eu adoro comer. Um dia, vou escrever sobre minha relação de prazer com a comida. Mas hoje quero dizer que minha relação com a comida é mais emocional do que deveria: estou nervosa, como. Estou ansiosa, como. Estou feliz, como. Estou triste, como. Estou ocupada, como. Estou ociosa, como. Estou trabalhando, como. Estou de férias, como [muito!].

gorda01

Então, caro leitor, vim aqui dar minha cara a tapa. Hoje, 15 de julho de 2014, confesso a você, morrendo de vergonha, que estou gorda. Mas iniciei a dieta direitinho (e puta que pariu, como é difícil fazer dieta!) e voltei a caminhar na esteira. E estou assumindo o compromisso de todo dia 15, até o fim do ano (pelo menos), voltar aqui e contar para você como anda minha dieta, quantos quilos eu perdi ou não, se estou me traindo ou não na esteira.

Expor-me ao ridículo na internet é a minha auto-punição por ter deixado meu corpo ter chegado a um estado tão lastimável que não consigo resgatar minha autoestima, confiança e feminilidade. É, amigos… a coisa tá feia por aqui! 🙁

Mas é o que dizem… Quando a gente chega no fundo do poço, só há uma saída: voltar pra cima. No meu caso, ou melhor, no caso da minha balança, pra baixo.

Talita Camargo, 28 anos, é jornalista e está sempre conectada. Apaixonada por livros e cinema, vive para viajar o mundo e adora carboidratos. Libriana, sofre com o conflito da dúvida e busca o equilíbrio. Acredita no amor sincero e, para ela, pensamentos positivos atraem coisas positivas. Sempre!
Share Button

4 comments

  1. Ariett /

    Vamos almoçar juntas a partir de agora!

  2. Fernanda Barreira /

    Pode contar comigo nesse desafio! Afinal de contas, se sou sua parceira de gordices, porque não seria de dieta também?

    • Talita Camargo /

      Sempre juntas! hahaha! Thanks, Fer, sempre parceira!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Diário da dieta: primeiro mês - Sem Critérios | Sem Critérios - […] dia 14 de julho, contei para vocês que tinha engordado 10 Kg em sete meses e assumi o compromisso…
  2. Doar, doar e doar - Sem Critérios | Sem Critérios - […] Este ano não está sendo fácil. Acho que já fui em mais enterros em 2014, do que ao longo…

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*