E você, sente culpa de que?

set 22

E você, sente culpa de que?

Recentemente passei por um check up. Foram 14 tubinhos de sangue, 5 ultrassonagrafias, todos os ginecológicos (dilícia #sqn), eletro disso, teste daquilo… E se tem uma coisa constrangedora, é mulher fazendo exames com médicos homens. Mas eu nunca peço para mudar. Acho que é a profissão dele e cabe a mim confiar e respeitar. Para minha surpresa, geralmente eles são mais gentis e cuidadosos que as próprias mulheres. E estava eu fazendo um ultrassom de carótidas, com um tal de mexe no peito para lá, coloca o peito pra cá, no meio de todo aquele gel lambusante, aquela situação desconfortável. Eis que o Dr. pediu para eu respirar fundo, soltando todo o ar com calma. Lá fui eu: inspiiiira e exxxxxxxxxxxxxxpiiiiiiirraaaaaaa (calma aí que ainda tem um pouco de ar aqui) … aaaaa. Pronto. – Parabéns! A Srta. tem respiração de uma iogue, sabia? – Elogiou o médico. – Jura? Eu? – Perguntei surpresa. – Sim. Se um terço dos pacientes soubessem respirar como você, tudo seria melhor, acredite. – Nossa, mas eu sou tão sedentária. Aliás, eu devia praticar exercícios, né? – Retruquei, claramente não sabendo receber o elogio. – Sim, deveria. Mas só – e somente só – você REALMENTE sentir vontade de praticar exercícios. Porque se você for apenas movida pela culpa de que não pode ser sedentária ou porque acha que vai ficar gorda, não vai adiantar de nada. – Disse o médico me dando, sutilmente, este tapa na cara. E completou: – Aceita uma sugestão? – Claro! – Todos os dias, ao acordar e antes de dormir, sente-se tranquila e repita 10 vezes essa mesma respiração que você fez aqui. Apenas isso já ajudará muito a controlar a ansiedade e a relaxar. E isso não é uma obrigação. Assim, você se libera da culpa e isso também ajuda a emagrecer. E foi assim que o exame constrangedor virou uma sessão de terapia que me fez refletir bastante sobre essa questão da culpa.   Eu sinto culpa por comer demais, sinto culpa por deixar sobrar comida no prato. Me sinto culpada em sair em excesso porque estou gastando muito dinheiro, mas me sinto mais culpada ainda por ficar em casa ao invés de viver a...

Read More

Diário da dieta: primeiro mês

ago 20

Diário da dieta: primeiro mês

No dia 14 de julho, contei para vocês que tinha engordado 10 Kg em sete meses e assumi o compromisso público de vir aqui, todo mês, contar para vocês como está a minha dieta. Bom, eu não tenho me esforçado muito, confesso. Mas nas últimas duas semanas, aproveitando a oportunidade de estar em casa, voltei a fazer minhas caminhadas na esteira (ainda só três vezes na semana).   Além disso, estou me aproveitando da cozinheira maravilhosa que minha mãe é para investir na alimentação saudável AND gostosa! O resultado é que estou 2kg mais magra! Pode não parecer muito, mas acreditem: é sacrificante! A vida sedentária e recheada de chocolate é muito mais gostosa. Então, ter que abrir mão disso, não é fácil. Portanto, me sinto vitoriosa. E, acima de tudo, estou orgulhosa de mim mesma. Tudo precisa de um começo e esses míseros DOIS quilos, é o meu começo. Até o mês que vem!   Talita Camargo, 28 anos, é jornalista e está sempre conectada. Apaixonada por livros e cinema, vive para viajar o mundo e adora carboidratos. Libriana, sofre com o conflito da dúvida e busca o equilíbrio. Acredita no amor sincero e, para ela, pensamentos positivos atraem coisas positivas. Sempre!   Leia mais do que Talita escreveu Porque vale a pena enfrentar a fila e visitar a exposição do Castelo Rá-Tim-bum  10 coisas para se fazer no tempo livre Roma: amor de trás para...

Read More