Você prefere ser feliz ou ter razão?

set 02

Você prefere ser feliz ou ter razão?

Eu não sou de levar desaforo para casa. E, ao contrário do que pode parecer, não considero isso uma virtude. Em diversos momentos, penso que talvez eu devesse ter simplesmente deixado para lá e Seguido com a vida tranquila, sem o estresse de uma resposta mal dada, que gerou uma discussão mal resolvida, que acabou em mágoa, rancor, raiva e uma série de sentimentos negativos dos quais ninguém precisa.

De uns tempos para cá, tenho tentado melhorar isso em mim, porque tenho percebido que, às vezes, vale a pena deixar o seu chefe chamar você de burra na frente da equipe inteira; ou desistir de tentar fazer aquele seu rolo infinito entender que vocês precisam assumir a relação. Em muitas ocasiões, é melhor fazer vistas grossas para sua irmã que, outra vez, está usando uma roupa sua sem te pedir emprestada; ou ignorar o fato de que sua amiga está acabando com a vida dela porque não toma atitude alguma para melhorar.

Não adianta querer consertar o mundo desse jeito. Tem que fazer o que dá para ser feito, sem estragar a sua felicidade. Porque tentar convencer o mundo de que você está certa e todo o resto não, vai desgastar sua saúde física, mental e, principalmente, emocional. E a sua infelicidade não vai ajudar em nada a melhorar o mundo.

Um dias desses eu estava brigando com meu ex, só para variar um pouco. E, de repente, percebi que ele nunca iria entender o meu ponto de vista, pelo simples fato de que isso não lhe era conveniente. E quando tive esse ‘click’, simplesmente parei de brigar, concordei com ele e fim. Se eu estava certa? Sim, eu estava. Sei disso e, no fundo, ele também. Mas não posso mais tentar convencer ele ou qualquer pessoa de que estou certa sobre isso ou aquilo, mesmo que seja sobre 2 + 2 ser igual a 4.

ser feliz ou ter razão2Há diversas pessoas que não estão dispostas a compreender o seu lado da história. Como jornalista e libriana, é difícil entender quem não entende. Mas ainda assim, é preciso respeitar as pessoas. Então, chega uma hora que você deve se perguntar: você quer ser feliz ou ter razão?

 

E sinto em ser a portadora desta triste notícia, caro leitor, mas muitas vezes será preciso abrir mão da razão para ser feliz.

Existem alguns truques que ajudam muito, como se distrair com bons livros, músicas, filmes, viagens, conversas com outras pessoas, diversões e muito mais.

Mas acho que o principal é a reflexão. Você deve refazer suas escolhas e pensar: vale mesmo a pena entrar nessa briga? Será que vai funcionar tentar provar isso para tal pessoal? Compensa o desgaste físico e mental para argumentar sobre determinado assunto? Você precisa tanto assim dessa dose de razão, ou será que não é só orgulho ferido e ego machucado?  Faça uma autoavaliação: você com seu interior. Você para você. Seja honesto, não trapeceie. E, quem sabe, você não perceba que é mais fácil abrir mão da razão em prol da felicidade do que parece?

Nesse novo momento da minha vida, em que busco paz, leveza e equilíbrio, resolvi abdicar de ter razão. Nem sempre é possível, confesso. Mas estou exercitando esse desapego, para me sentir mais feliz.

Sempre que percebo que existe essa possibilidade, por menor que seja, agarro com unhas e dentes. E tenho percebido que ser feliz é mais simples do que parece. Basta querer e fazer acontecer. E se fazer acontecer significa não ter razão, então, que assim seja.

Porque no fim, o que todo mundo quer, é ser feliz. E mais nada!

 

Talita Camargo, 28 anos, é jornalista e está sempre conectada. Apaixonada por livros e cinema, vive para viajar o mundo e adora carboidratos. Libriana, sofre com o conflito da dúvida e busca o equilíbrio. Acredita no amor sincero e, para ela, pensamentos positivos atraem coisas positivas. Sempre!

Leia mais do que Talita escreveu

Doar, doar e doar

Porque vale a pena enfrentar a fila e visitar a exposição do Castelo Rá-Tim-bum 

10 coisas para se fazer no tempo livre

Share Button

2 comments

  1. SAMILLA CRISTINA AURUM DOS SANTOS SILVA Estudante /

    Tallita, vc tem email?
    gostaria de conversar com você.
    gosto muito do que vc escreve.

Trackbacks/Pingbacks

  1. A vida é boa - Sem Critérios | Sem Critérios - […] Você prefere ser feliz ou ter razão? […]

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*